Para quem procura um imóvel de Leilão, a boa notícia é que a compra pode ser financiada. Conheça as regras.

A compra de um imóvel em Leilão tem sido uma alternativa para muitas pessoas que sonham em ter a casa própria, principalmente em razão das vantagens financeiras. O ponto mais importante para muita gente, porém, é se aceita ou não financiamento imobiliário.

Mesmo com os descontos de mais de 20% sobre os preços dos imóveis ofertados nos leilões, os valores são altos e os compradores nem sempre têm todos os recursos para pagar o lance à vista.

Quem arremata um imóvel em leilão, na maioria das vezes, pode financiar uma parte da dívida, mas isso vai depender de cada caso. Veja algumas regras:

 

  • Todo imóvel de Leilão deve ser publicado em um edital e nele devem constar todas as informações sobre o imóvel, inclusive preço e forma de pagamento.

As modalidades de financiamento, quando aceitas, devem ser descritas nesse documento;

 

  • A instituição que realiza o Leilão é quem define as regras de pagamento, que pode ser à vista, parcelado ou financiado. Normalmente, não são aceitos carta de crédito, consórcio e troca de imóveis;

 

  • As modalidades de financiamento variam de instituição para instituição, assim como os valores que serão financiados. Algumas vezes, uma determinada importância precisa ser paga à vista, como um sinal, chegando a 30% do valor do imóvel.

Os imóveis de leilão da Caixa, por exemplo, podem ser adquiridos com a utilização do FGTS e até 95% de financiamento (limitado a 80% do valor de avaliação do imóvel).

  • O financiamento imobiliário deve ser previamente negociado com uma instituição financeira. O vencedor do leilão tem um prazo de 24 horas para fazer o pagamento do seu lance e informar de que forma irá realizá-lo.

Na hora de acertar seu financiamento, busque condições de juros que não comprometam mais que 15% da sua renda mensal para pagamento das parcelas.

É importante ficar atento ao valor da avaliação do imóvel desejado, até mesmo para acertar a liberação do financiamento.

A oferta de imóveis nos leilões é grande, por isso é muito importante fazer uma criteriosa pesquisa para identificar o bem que melhor se encaixe nas necessidades da sua família e as suas possibilidades de pagamento.

  • Considere as despesas para registro do imóvel e possível ação de despejo: o vencedor do lance ganha uma carta de arremate que lhe permite registrar no cartório o bem no seu nome e solicitar a desocupação, caso o antigo dono ainda esteja habitando o imóvel, e isso gera gastos.

Em qualquer transação imobiliária, é importante contar com uma assessoria especializada, que tem condições de analisar criteriosamente cada detalhe do negócio e garantir toda a tranquilidade que você merece.

 

Quer saber mais sobre Imóveis de Leilão, entre em contato.

Um abraço,

Moura Assessoria Imobiliária.

Av. Almirante Barroso, nº 22, Sala 806 - Centro - Rio de Janeiro, RJ - CEP: 20031-000
Tel.: (21) 3172-5161 / (21) 3579-3883 / (21) 99651-8040